Please reload

Posts Recentes

O que é a "Era da Abundância" e o que você tem a ver com isso?

24/5/2017

Em meio a esse cenário mundial extremamente turbulento, como é que podemos encarar nossa realidade de uma forma otimista e falar de abundância?

 

Inúmeras foram as teorias que sustentaram durante anos, o modelo da escassez. Esse modelo defende que chegaríamos a um ponto em que excederíamos nossa capacidade de nos alimentarmos, uma vez que a produção de alimentos cresce linearmente enquanto a população cresce exponencialmente.  

 

Talvez, esse não seja mais o caso!! Entramos na era da abundância, estado em que deixamos de operar para nos proteger e sobreviver e passamos a existir com o propósito de realizar sonhos e inovar, criando uma vida de possibilidades.

 

Tornar o que é escasso em algo abundante significa alcançar a disponibilização generalizada de produtos e serviços atingindo as classes menos favorecidas, fazendo com que o bilhão mais carente se conecte na economia global.  

 

O modelo da escassez e abundância foi amplamente discutido no livro “Abundância” de Steven Kotler e Peter Diamandis, cofundador e presidente-executivo da Singularity University e palestrante do TED Talk abaixo que aborda o tema.

 

Nele, a escassez é encarada como contextual e a tecnologia um mecanismo de proliferação de recursos, o principal agente transformador desse modelo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TECNOLOGIA: O PODER DE ALAVANCAR O CRESCIMENTO EXPONENCIAL

 

Apesar de não ser o único agente de mudança, com certeza a tecnologia é um dos principais.

 

O mundo da abundância ainda não está garantido, mas, já temos alguns indícios que nos levam a crer que estamos no caminho certo.

 

Todos os dias somos surpreendidos com novas invenções envolvendo tecnologia 3D, nanotecnologia, Inteligência artificial etc. A desmonetização, redução radical dos custos, e a desmaterialização, redução radical do tamanho dos produtos confirmam essa tendência.

 

A COMPUTAÇÃO COGNITIVA JÁ É UMA REALIDADE EM NOSSAS VIDAS

 

Entretanto, muitas vezes esses assuntos nos parecem pouco tangíveis e factíveis de serem implementados sendo encarados apenas como algo do futuro ou coisa de ficção científica...

 

Porém, isso já é realidade em nossas vidas e muitas vezes nem percebemos!

 

A computação cognitiva é um exemplo. Nela, o computador é equipado por “algoritmos de aprendizados”, ou seja, programas capazes de interpretar e aprender com a linguagem natural, textos, imagens e outros dados não estruturados que ainda não foram convertidos para a linguagem tradicional das máquinas. A partir da estruturação e cruzamento da informação, constroem lógicas e "insights", assim como fazem os serem humanos.

 

De acordo com a matéria publicada pela revista Exame, a computação cognitiva já é realidade em nossas vidas. Vejamos alguns exemplos:

 

Atendimento no Bradesco

O banco fez uma parceria com a IBM em que o Watson, sistema cognitivo da IBM, foi treinado e está respondendo a dúvidas para gerentes de agências por meio de um chat interno e, posteriormente, ajudará os atendentes a responder às perguntas dos correntistas. O Watson está em operação em 700 agências e tem respostas para mais de 50 000 perguntas sobre mais de 15 produtos do Bradesco.

 

Combate ao câncer no Memorial Sloan Kettering

Com base em milhões de páginas de literatura, o Watson atua como um assistente superinteligente, dotado de um vasto conhecimento que pode ser utilizado para ajudar os médicos até nos casos mais complicados com sugestões de tratamento. 

 

De acordo com Thomas H. Davenport, na matéria publicada pela Harvard Business Review, usar tecnologias cognitivas fica cada vez mais fácil. Muitos fornecedores entraram na área, com opções para qualquer empresa que queira tornar seus processos ou produtos mais inteligentes.

 

E VOCÊ, O QUE TEM A VER COM ISSO?

 

Para que essa realidade se concretize, precisamos ser agentes transformadores desta história, verdadeiros empreendedores. Pense grande, deixe as velhas ideias para trás e se comprometa com o ousado, seguindo as LEIS DE PETER DIAMANDIS.

 

Aqui estão algumas delas:

 

 

 

O propósito maior desse mundo abundante é torná-lo mais equânime e nos elevar a um cenário extremamente lucrativo, sustentável onde as classes mais baixas tenham acesso a produtos e serviços, antes disponíveis apenas a uma minoria. A tecnologia e o espírito empreendedor são, sem dúvida, importantes agentes para alcançarmos esse patamar.

 

 

 

Referências

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square